O tratamento para ejaculação precoce é baseado principalmente em remédios naturais, exercícios e medicação especializada. Não existem remédios específicos para esse problema (somente utópicos), mas antidepressivos costumam ser os mais indicados. O primeiro passo para a cura é a aceitação. Afinal, a ereção masculina é um tabu. Mesmo quem não sofre de ejaculação precoce quer aumentar o tempo do ato sexual.

A ejaculação precoce acontece quando o homem tem um orgasmo mais cedo do que o esperado, pode ocorrer logo após penetração ou antes mesmo que a relação sexual se inicie. Muitos homens, relatam que a ejaculação acontece no inicio das “preliminares”, com o sexo oral e pode acontecer em menos de 30 segundos ou em um minuto. Para caracterizar a doença é preciso que o acontecimento tenha recorrência. Para evitar, aqui segue um compilado de atitudes que podem ser feitas antes e durante o momento para durar mais na cama.

As 7 dicas infalíveis para evitar a ejaculação precoce e durar muito tempo na cama

A ejaculação precoce tem cura, tudo depende do tratamento correto. A principal dica é não deixar para realizar os exercícios e prevenção no momento do ato sexual, isso pode aumentar as chances de uma disfunção erétil por conta do nervosismo. Abaixo você confere todas as dicas para evitar que o problema aconteça somente com remédios naturais ou simplesmente com a prática de algumas atitudes relaxantes antes da atividade sexual.

1 – Exercícios para aliviar a tensão muscular

A tensão muscular é uma das causas da ejaculação precoce. No momento em que acontece uma ereção, os vasos sanguíneos do pênis se enchem e causa  a excitação. Uma das consequências desse sentimento é o enrijecimento dos músculos. Quando acontece de forma exagerada, a ejaculação é precoce.

Alguns exercícios que ajudam no relaxamento de maneira geral são: massagens em todo o corpo, toques no estômago, cabeça e outras áreas. É preciso que o relaxamento muscular aconteça logo que a contração muscular ou que se reconhecer a sensação de ansiedade.

Em casos mais sérios ou de recorrência da ejaculação precoce pode ser recomendados o uso de relaxantes musculares e remédios que atuam no sistema nervoso central para aliviar os músculos. Para isso é preciso que você procure um médico.

2 – Masturbação com antecedência

A masturbação ajuda muito a controlar a ejaculação precoce, mas ela precisa respeitar alguns limites. É preciso que a masturbação aconteça até pouco antes do orgasmo, assim que reconhecer a sensação deve-se parar.

Essa técnica ajuda a mostrar para o organismo e para a mente, como lidar com o prolongamento da fase de excitação.  Além disso, prova-se para si mesmo que você consegue se excitar sem ejacular. Essa atividade é muito recomendada para quem tem pouca experiência sexual, como no caso de adolescentes.

Para que esse exercício de prevenção à ejaculação precoce se encaixe durante a relação sexual pode-se sugerir sexo oral pela parceira ao mesmo tempo que realiza a masturbação. O importante é não perder o tempo de parar a atividade e esperar algum tempo. Deve-se aguardar uma média e pelo menos 30 segundos a 1 minuto para retomar o ato.

3 – Prefira posições sexuais mais relaxantes

A posição sexual escolhida durante a relação influencia muito na duração da atividade. As que colaboram mais para a vida sexual de quem sofre com esse problema são as que não mantém o corpo enrijecido e não fazem muito uso dos músculos.

Manter a parceira em cima, permanecer de lado ou em formas mais confortáveis para o homem ajuda a aliviar os músculos do corpo e fazer com que a ejaculação demore.

A posição sexual tradicional “papai-mamãe” é a mais prejudicial, pois exige muito mais contração muscular do homem. Também deve-se evitar contrais os glúteos (músculos da bunda) no momento da penetração.

4 – Use remédios utópicos e cremes

Existem remédios e cremes que prometem ajudar a retirar a sensibilidade do pênis. Quem inovou no mercado com essa proposta foi as medicações que usam Prilocaína e Lidocaína. São pomadas, cremes ou sprays que servem de anestésicos locais e ajudam a realizar um tratamento natural da ejaculação procece.

Para prolongar a relação é preciso que estes produtos sejam utilizados poucos minutos antes do coito ( de 5 a 10 minutos de antecedência). O único problema desta técnica é que a maioria dos homens alegam deixar a relação sexual menos estimulante.

Preservativos com o efeito “anestésico” causam o mesmo efeito de dormência no pênis. A diferença é que causa a mesma sensação para a mulher e pode fazer com que ela tenha diminuição do prazer.

Por isso, a melhor opção de produtos para garantir o controle do orgasmo ao  mesmo tempo que satisfaz uma mulher na cama é com uso de substâncias aplicadas ao homem.

5 – Técnica do aperto

Este método para controle da ejaculação pode ser utilizada em conjunto com sua parceira. No entanto, não deixe para fazer isso na hora –  realize em casa algumas tentativas. Afinal, se der errado no momento do ato sexual, a desmotivação será grande e prejudicial ao tratamento.

A técnica consiste em apertar os dedos no pênis, segurando-o com força no momento em que sentir pronto para ejaculação. Neste momento é preciso cessar a penetração e apertar a ponta do pênis realizando como uma argola com o polegar e dedo indicador. Você pode pedir para que sua parceira realize essa função.

Quando a vontade de ejacular passar deixe de apertar o pênis e espere 30 segundos para voltar a atividade sexual e tentar alcançar o climax novamente. Assim, você vai demorar mais tempo para atingir o orgasmo, além de ter grandes chances de conseguir atingir o pico no mesmo momento que a sua parceira.

6- Controle sua ansiedade e pensamentos

A ansiedade, stress e depressão são os principais fatores que causam a ejaculação precoce, embora não sejam os únicos. Controlar a ansiedade é o principal ponto para fazer um sexo oral ou relação sexual durar mais.

Mesmo utilizando-se de exercícios, cremes e produtos é preciso superar o problema de ordem emocional. Neste caso, é preciso procurar um médico para avaliar a situação. Poderão ser receitados remédios para ejaculação precoce como antidepressivos, ansiolíticos e medicação para recaptação da seratonina.

No momento de relacionar-se escolha ambientes tranquilo e neutros, onde intervenções externas não poderão acontecer para atrapalhar o seu desempenho sexual na cama.

Apesar deste acompanhamento geralmente acontecer anteriormente a relação sexual, ela também pode acontecer no momento sem necessidade de remédio. Controlar seu pensamento, pensar em coisas positivas, ter autoconfiança, boa autoestima  e se concentrar na sua parceira são algumas formas de tirar a pressão e necessidade de uma boa performance. Isso vai te ajudar a curtir o momento de forma mais relaxada, sem pressa.

7- Conheça a causa da sua ejaculação precoce

O primeiro passo para superar a ejaculação precoce é trabalhar na raiz do problema. Não é somente a ansiedade, stress, depressão e pressão social.  Problemas na tireoide,  efeitos colaterais de remédios e doenças são alguns dos vilões. Para saber mais a fundo é preciso consultar um médico e realizar o tratamento específico.

Grande parte da impotência sexual se inicie por problemas psicológicos como o estresse. Por tanto a cura da disfunção erétil só vai acontecer caso seu estado mental esteja em bem estar. Seu caso precisa ser sempre avaliado com auxílio médico para garantia de máxima efetividade no tratamento.

É possível ter uma vida sexual ativa e prazerosa tendo a certeza de que pode conquistar e satisfazer uma mulher. A ejaculação precoce atinge milhares de homens em todo o mundo, é um problema comum, mas com tratamento simples. Realize essas dicas, conheça mais detalhes sobre a ejaculação precoce e acredite no seu potencial.

Principais causas da ejaculação precoce

A ejaculação precoce é um problema que pode ser decorrente de várias. Você precisa conhecer qual é o seu caso para aplicar o melhor tipo de estimulação sexual. Preste atenção nos sinais e entenda o seu diagnóstico:

  • Ansiedade gerada pela inexperiência sexual;
  • Estresse;
  • Traumas relativos a impotência sexual;
  • Efeito colateral de medicamentos;
  • Necessidade de apoio social;
  • Nervosismo por conta do objetivo de satisfazer a mulher;
  • Pressa ;

Quanto tempo leva para fazer efeito?

As técnicas aqui ensinadas podem ter tanto efeito instantâneo quanto demorar algumas semanas e até meses para manifestar melhoras. Acontece que problemas como a ansiedade e estresse exigem mudanças drásticas e estímulo do bem estar para que as relações sexuais tenham melhor desempenho. Não existe problema de disfunção erétil ou impotência sexual que não possa ser curado.

Recomenda-se que o tratamento para ejaculação seja feito diariamente. Quanto mais prática você tiver e controle sobre o seu próprio corpo melhor será o seu desempenho sexual. Os homens tem a sensação de precisar satisfazer a mulher, isso deve ser explorado e manter o clima mais atenuo. Sem necessidade de chegar no orgasmo e sim no prazer. Não existe tempo certo para ejacular, desde que ele seja satisfatório para ambos.