Sexo Anal Seguro – Como Praticar o Ato de Forma Saudável

O sexo anal é uma prática do sexo que pode proporcionar tanto prazer para os homens, como também para as mulheres. Porém, ainda é considerado um tabu na sociedade e pode se evitado durante o sexo pelas mulheres por sentir dor ou dar algum tipo de problema, pelo canal não ser apropriado para a prática.

A vagina tem 16 camadas de proteção contra o atrito no sexo. Já o ânus, como é destinado para eliminar excreções, não conta com tanta proteção. Isso porque é biologicamente destinado a eliminar fezes e não a receber um pênis em sua estrutura.

Riscos do Sexo Anal

sexo anal

O canal do ânus mede entre 3 e 5 cm, sendo bastante curto. Ele é revestido pelo muco seroso, que tem como finalidade proteger a região dos ácidos que são produzidos no estômago. Ele também ajuda a conter os alimentos, retendo-os mais tempo dentro do ânus e auxilia na retirada de vitaminas e minerais do bolo fecal.

Por ser uma região rica em absorção, o contágio com bactérias também é fácil de ocorrer. Essas bactérias são levadas de fora para dentro do organismo durante o ato sexual. Essas bactérias podem chegar nas veias e caminhar até o coração, causando uma complicação médica chamada endocardite bacteriana.

O uso excessivo do ânus na prática de sexo também causa fissões em sua estrutura. Isso porque essa parte do corpo não está preparada para receber o atrito do pênis, não tendo uma grande flexibilidade. Os pequenos ferimentos ao longo do tempo podem facilitar o surgimento de células cancerígenas.

Cuidados na Hora de Fazer Anal

Para evitar as complicações do anal é preciso uma série de cuidados que tornam a prática mais segura e a experiência ainda mais prazerosa. Para as mulheres, recomenda-se dar um intervalo entre as noites quem que for fazer anal, para que a região se recupere do atrito causado pelo pênis durante o ato. É possível intercalar os dias com o sexo vaginal, que pode ser tão prazeroso quanto.

Camisinha

É importante sempre utilizar camisinha para se proteger contra DST e para evitar o contágio de bactérias na região. E se for intercalar a penetração entre o ânus e vagina é importante sempre trocar de preservativo. Isso porque ao colocá-lo primeiro no ânus, várias bactérias se alojam no órgão, essas bactérias são comumente presentes na região do reto, mas ao introduzi-las na vagina podem desregular toda a flora e causar infecções.

Limpeza

Não se recomenda a lavagem intestinal, popularmente chamada de chuca. Essa lavagem consiste na introdução de água no reto com o uso de uma ducha genital ou chuveirinho, que depois é expelida até sair limpa. Porém a presença de água na região pode tirar o muco de proteção natural e ainda desregular o pH do ânus. Podem ser causadas micro lesões que contribuem para o aparecimento de infecções.

Algumas pessoas optam por limpar o intestino com o uso de laxantes. Porém o uso frequente desses medicamentos podem lesar a parede do intestino. Ao notar a vontade de evacuar ou intestino preso, recomenda-se evitar o sexo anal. E caso deseje praticá-lo, não é aconselhável nenhum tipo de lavagem.

Lubrificação

O ânus não contém nenhum tipo de lubrificação natural específica para a penetração. Para que não haja tanto atrito e para diminuir as chances de lesão é preciso usar um lubrificante à base da água antes de introduzir o pênis. A lubrificação fará o pênis deslizar mais facilmente e tornará a prática do sexo anal mais agradável. Não recomenda-se usar loções hidratantes, condicionadores e óleos não específicos para isso.

Plug Anal

Existe um objeto encontrado em lojas eróticas que é chamado de plug anal. Ele é como se fosse uma espécie de prótese peniana, porém com um formato diferenciado e exclusivo para o ânus. Existem diversos tipos, formatos e tamanhos. Esse plug pode facilitar a penetração no ânus de quem tem dificuldade de fazer sexo por trás. Ele deve ser introduzido no início da relação e ajuda a relaxar a musculatura, deixando-a pronta para receber o pênis.

Anestésicos

Os anestésicos podem ser usados para minimizar o desconforto do ânus, relaxar a musculatura e facilitar a prática do sexo anal. Porém é preciso escolher um gel ou pomada anestésico que apenas diminua a sensibilidade da região. Jamais escolha um que tire a sensibilidade por completo, isso pode resultar em ferimentos graves, pois a mulher para de sentir que está sendo machucada.

Melhores Posições

sexo anal

Escolher a posição certa também pode facilitar a entrada do pênis do ânus para que não haja desconfortos. Com o treino e a prática o próprio casal vai se descobrindo e pode chegar juntos em um acordo de como acham mais prazeroso praticar o sexo anal, porém, algumas posições são conhecidas por serem ideais para isso:

De bruço

De costas para cima, a mulher deita na cama relaxada, enquanto com as mão separa as nádegas. O parceiro gentilmente deita sobre ela e introduz se pênis no ânus.

Sentada por cima

Enquanto o parceiro deita de barriga para cima, a mulher senta sobre o pênis como se fosse cavalgar porém, ao invés de introduzir o órgão na vagina, o coloca dentro do ânus. Essa posição permite que tenha um maior controle do quão fundo o homem poderá ir.

De lado

O homem conseguirá penetrar a mulher de forma similar com ela de bruço, porém poderá ficar com as mãos livres para estimular os seios e clitóris da parceira.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply