Sinais que você pode ter ejaculação precoce – Conheça todos os sintomas

Ejaculação precoce ocorre quando o homem chega ao orgasmo com poucos minutos de atividade sexual, as vezes sem ser necessário estímulos. Trata-se de uma disfunção sexual que se caracteriza pela ausência de controle sobre a ejaculação, que na prática, acaba com a relação, prazer e provoca conflitos emocionais.

Justamente por estar associada ao desempenho sexual, muito homens temem a ejaculação precoce e sempre se perguntam se tem esse tipo de disfunção sexual. Esse é o seu caso? Então, saiba que existem alguns sinais que ajudam a identificar se você tem ou não ejaculação precoce. Conheça aqui quais são eles, aprenda a realizar o diagnóstico e a prevenir esse problema!

Principais sinais da ejaculação precoce

  • Sentir uma vontade incontrolável de ejaculação com qualquer estímulo ou logo no início da penetração: este é o principal sinal da disfunção. De modo geral, essa sensação é frequente, surgindo em todas as relações sexuais;
  • Precisar diminuir o ritmo da relação sexual para tentar controlar a ejaculação: quando você precisa parar várias vezes durante a transa para ver se consegue retardar a ejaculação pode ser que tenha esse problema;
  • Tentar pensar em outras coisas e não na transa em si: precisar distrair o cérebro durante a relação sexual é outro sinal de ejaculação precoce. Muitos homens adotam essa tática para ver se conseguem postergar a chegada ao orgasmo, o que acaba não sendo saudável para a relação, ainda mais quando se utiliza esse método sempre;
  • Notar que a parceira não chega ao orgasmo ou está insatisfeita sexualmente: um dos sinais de que você pode ter ejaculação precoce é não dar prazer para sua parceira e isso acontecer com frequência.

Como diagnosticar

O primeiro ponto a ser esclarecido é que diagnóstico, ou seja, a confirmação de que você tem um determinado problema, só é feito por médicos especialistas, que no caso específico da ejaculação precoce é o urologista.

Há indicativos da disfunção que são fáceis de serem identificados e que ajudam o homem a saber que pode ter ejaculação precoce e consultar um profissional para que o diagnóstico seja feito. Entre esses indicativos, destaque para:

  • Tempo entre ereção e ejaculação: quando esse período é de aproximadamente dois minutos, é bom consultar um médico, pois esse é um grande indício da ejaculação precoce. Confira aqui se a sua ejaculação tem um tempo normal;
  • Ejacular precocemente de vez em quando não quer dizer que você tenha essa disfunção e precise de tratamento. Para ser diagnosticado com ejaculação precoce é preciso que o homem atinja o orgasmo antes sempre, ou seja, que haja uma frequência e que não seja um caso isolado;
  • Isso acontece porque outros fatores influenciam diretamente sobre a ejaculação, como o nervosismo, que acelera o orgasmo. Quando se está sob algum estresse, as chances de ter ejaculação precoce são maiores;
  • Falta de vontade de fazer sexo: o homem que tem algum problema relacionado à ejaculação tende a perder o desejo e libido, inclusive evita ter qualquer tipo de intimidade com a parceira;
  • Dificuldade em manter a ereção durante a relação: neste caso, especificamente durante a penetração. Se ela durar por cerca de dois minutos, desconfie e procure um urologista.

Como prevenir

Como a ejaculação precoce é um problema que mexe diretamente com a autoestima masculina, há vários homens que procuram dicas para evitar esse tipo de disfunção e ter uma vida sexual melhor.

Existem dicas que podem ser seguidas para prevenir a ejaculação precoce, inclusive que são bastante eficazes, entregando bons resultados em curto prazo, tais como:

Relaxar: como dito anteriormente, essa disfunção sexual está associada a fatores como o nervosismo e estresse. Por isso, relaxar é um dos melhores truques para evitar a ejaculação precoce, especialmente momentos antes da transa.

Vale, por exemplo, fazer um programa descontraído com sua parceira e também pedir para que ela lhe faça uma massagem. Quanto mais relaxado você estiver, menor a chance de ejacular precocemente;

Faça mais exercícios: praticar atividades físicas faz com que o organismo produza e libere serotonina, que é um neurotransmissor que proporciona sensação de bem-estar e relaxamento. Portanto, adotar um programa de exercícios ou treino melhora seu desempenho sexual, não somente sua saúde. Lembre-se que tem exercícios para o pênis que ajudam a controlar a ereção e são super efetivos (Confira aqui).

Treine: a melhor maneira de aprender a ter controle sobre a ejaculação é treinando, o que pode ser feito por meio da masturbação. A dica é fazer a estimulação até sentir que está prestes a atingir o orgasmo e então parar. Quando sentir que tem controle sobre a ejaculação, volte à estimulação. Este treino melhora o domínio sobre a vontade de ejacular, podendo prolongar a relação com a parceira.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply