Efeitos Colaterais do Viagra – Conheça os Riscos do Azulzinho

O Viagra é um medicamento utilizado para tratar a impotência sexual, uma disfunção erétil com diversas causas que atinge diretamente a relação de um homem com sua(s) parceira(s). É um problema bastante comum após os 40 anos de idade. Porém, mesmo comum, continua afetando a auto-estima masculinas e o psicológico dos homens que sofrem com essa disfunção erétil.

Primeiramente o Viagra surgiu como um medicamento utilizado para tratar problemas no coração, como angina. Durante o tratamento com o remédio, muitas pessoas relataram a melhora nas ereções, o que levou o laboratório que o produz a testar o medicamento para esse fim. Os testes foram um sucesso e Viagra começou a ser comercializado como o primeiro medicamento contra impotência.

Quando saiu no mercado, sem muito entender como ele funcionava, várias pessoas se interessaram e começaram a usar o remédio por conta própria, o que levou a divulgação dos efeitos colaterais da substância. Quando usado dentro da dose recomendada e administrado em conjunto com um médico o Viagra não traz problemas para a saúde. Porém, se utilizar a substância por conta e risco e exagerar na dose, ele pode trazer severos danos a saúde.

Tenha em mente que você nunca deve fazer a auto-medicação e não deve ultrapassar a dosagem máxima diária recomendada. Só assim é possível evitar os riscos que o Viagra pode oferecer. Ele é um remédio seguro para as pessoas em geral e deve ser evitado ou usado com cautela por um grupo específico.

Efeitos Colaterais do Viagra

viagra efeitos colaterais

A substância do Viagra é o Sildenafil, que pode ser encontrado mais barato em fórmulas de genéricos. O Viagra não deve ser administrado sem a prescrição médica. Ele atua apenas quando há excitação. Mesmo tomando o Viagra, porém sem algum tipo de estímulo sexual, seja ele físico, visual, sensorial, o pênis não fica ereto. É preciso que haja a vontade de fazer sexo para que o órgão cumpra sua devida função.

Alguns dos efeitos colaterais que o medicamento pode apresentar são:

  • Urticária ou coceira;
  • Inchaço na face, garganta, língua ou lábios;
  • Inchaços nas mãos, pés ou tornozelos;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor no peito;
  • Pressão alta;
  • Chances de ataque cardíaco;
  • Alterações ou perda repentina da visão;
  • Priapismo, que é a ereção dolorida por mais de 4 horas;
  • Sudorese intensa;
  • Dor que se estende até a mandíbula ou ombro;
  • Zumbido ou perda súbita da audição;
  • Rubor facial, com vermelhidão ou formigamento;
  • Dor de cabeça;
  • Náusea e enjôo;
  • Tonturas;
  • Nariz entupido;
  • Irritações cutâneas;
  • Dores muscular;
  • Dor nas costas;
  • Dor de estômago;
  • Problemas digestivos;
  • Sonolência e cansaço;
  • Sangramento nasal;
  • Desmaio.

Caso esses ou qualquer outro sintoma se manifesta procure imediatamente um médico. A frequência dos efeitos colaterais não é recorrente e geralmente os mais comuns são os sintomas menos graves. Mesmo assim, devem ser relatados ao médico sempre.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 3,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply