Ejaculação precoce tem Cura?

A ejaculação precoce é uma situação anormal, porém muito comum, visto que acomete um a cada três homens.

Define-se pela ocorrência do orgasmo em um curto período de tempo, de modo a acabar com a relação sexual antes do planejado.

Quando o problema ocorre repentinamente, é essencial que o atendimento médico seja buscado, para uma avaliação completa e indicação de tratamento.

Apesar de ser uma situação comum, ela causa desconforto e insegurança na maioria dos homens, visto que eles serão os principais responsáveis por “encurtar” o tempo da relação sexual.

A cura para o problema

A situação deve tornar-se preocupante se estiver sendo rotineira, e estiver atrapalhando o seu desempenho sexual. Ocorrer uma vez ou outra, não é motivo de preocupação!

O primeiro passo para determinar e diagnosticar o seu problema, é a busca por um médico especialista, que na maioria dos casos, será um urologista.

Durante a consulta, é importante que todos os detalhes sejam contados, bem como a exposição de dúvidas e medos. Também, a presença de outros sintomas poderá ser um indicativo de um problema maior, e daí a importância da honestidade durante a consulta!

Mas sim, existem tratamentos para o problema, tanto farmacológicos (remédios) como não farmacológicos, que você conhecerá a seguir!

Remédios para a ejaculação precoce

  • Anafranil: é um antidepressivo, que pode ser utilizado também para tratar o problema.
  • Clomipramina: também se trata de um antidepressivo, que terá efeito sobre o trato genitourinário, podendo amenizar o quadro de ejaculação precoce.

Ambos medicamentos são vendidos apenas sob prescrição médica, e por isso, é preciso que o médico seja procurado para um diagnóstico apurado.

Terapia

São algumas medidas simples que podem ser buscadas pelo próprio paciente, e que em alguns casos melhoram o problema:

  • Masturbar-se algumas horas antes da relação, de modo a retardar a ejaculação.
  • Busca por novas fontes de prazer.

Método “parar e começar”

Pode ser feito no momento da relação sexual, se combinado com a parceira, ou durante a masturbação.

Deve ser feito o estímulo, até que sinta-se que o orgasmo esteja perto de ser atingido. Então, para-se o estímulo por 30 segundos, e inicia-se novamente, até que a ejaculação ocorra.

Como devo agir?

Como já lhe dissemos, existem algumas técnicas que podem ser experimentadas antes da busca pelo atendimento médico.

Porém, é essencial que se tenha um diagnóstico, a fim de excluir algumas outras doenças que podem estar relacionadas com o quadro.

Também, o tratamento deve ser iniciado o quanto antes possível, a fim de evitar complicações, como a infertilidade.

É essencial que se abra o jogo com a parceira, expressando seus medos e angústias, para que a segurança seja aumentada e assim, facilitando a resolução do problema!

Quais as possíveis causas da ejaculação Precoce?

Não existe uma única causa que provoque esta situação, mas, ela pode ser resultante de alguns quadros específicos, como:

  • Ansiedade: é a principal causa da ejaculação precoce ocasional, que acontece em momentos de ansiedade.
  • Estresse: a situação hormonal a que o corpo está submetido em situações de estresse pode interferir no sistema genital, causando ejaculação precoce.
  • Disfunção erétil: a alteração dos níveis sanguíneos de testosterona podem ser a causa do quadro.
  • Problemas com relacionamentos: também são capazes de afetar o indivíduo psicologicamente, levando a estas situações.
  • Consequência de medicamentos: alguns remédios têm como efeito adverso a ejaculação precoce.
  • Problemas na próstata e/ou uretra: as doenças do aparelho genital masculino podem ser as responsáveis pela ejaculação precoce.
  • Genética: se os seu pai ou avós possuem este problema, é preciso ficar atento!
  • Pós-operatório: a situação pode surgir algum procedimento cirúrgico.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votes, average: 4,50 out of 5)
Loading...

Leave a Reply