Viagra – Guia Completo sobre o Azulzinho, Como Funciona, Como Tomar e Efeitos Colaterais

Quero começar esse texto com uma pergunta importante? Você está satisfeito com seu desempenho na cama? Que tal ter uma transa AINDA MAIS LONGA? O segredo está aqui ► Clique enquanto ainda está no ar…

O Viagra é um famoso medicamento utilizado no combate da impotência sexual, problema também conhecido como disfunção erétil. Sua fórmula contém citrato de sildenafila, ou apenas sidenafil. Por ser o primeiro medicamento lançado na farmácia com esse propósito, o Viagra tomou conta do mercado e prontamente ficou conhecido.

Apesar de sua fama, muitas pessoas ainda possuem algumas dúvidas de como usar esse remédio, devido ao fato de desconhecer a substância ou mesmo por medo dos seus efeitos colaterais. Para explicar exatamente como funciona o azulzinho, criamos um guia completo do Viagra que irá responder todas as suas dúvidas sobre o medicamento. Leia o texto na íntegra e obtenha todas as informações que você precisa antes de começar a tomar Viagra, tudo por meio dessa matéria completa.

Aqui você pode saber mais sobre os efeitos que causa nos homens, como melhorar a sua vida sexual rapidamente, além de como o seu desempenho sexual irá funcionar, principalmente se você sofre com disfunção sexual constante, independente da causa, seja pela falta de pressão arterial ou por medo de relações sexuais.

Sildenafil, Viagra e Azulzinho – O que São?

Não importa por qual nome você conheça, tanto Viagra, Azulzinho ou Sildenafil se tratam do mesmo remédio e atuam da mesma maneira no organismo. A substância que os compõem é o citrato de sildenafila, também chamado apenas de Sidenafil e é daí que vem o nome do medicamento.

Viagra, por sua vez, foi o nome dado pelo laboratório Pfizer ao fabricarem pela primeira vez o remédio. Por ser pioneiro no mercado, a substância usada no tratamento da impotência sexual passou a ser chamada assim. Porém, é possível encontrar a mesma fórmula com outros nomes, produzidas por outros laboratórios, ou ainda em forma de genérico. Todos se tratam do mesmo remédio e os menos conhecidos podem, inclusive, ter preços mais acessíveis.

Azulzinho é um apelido dado ao Viagra devido à aparência física do medicamento. Sua fórmula vem em comprimidos que são drágeas azuis com formato diamantado e de coloração azul. Pela sua tonalidade diferenciada, muitas pessoas começaram a se referir ao Viagra como azulzinho.

Ele é conhecido pelos efeitos que causa nos homens, você pode consumir ele para dilatar os vasos sanguíneos do seu corpo e se livrar da disfunção sexual, porém, é recomendado cuidado com seu uso contínuo, isso porque o Viagra não faz 100% bem para sua saúde.


Uma forma natural para manter sua ereção

Muitos homens reclamam sobre as ereções curtas – menos de 3 minutos… Eu jamais quero passar por uma situação dessa. Se você está sofrendo com isso, posso te dizer que há soluções naturais que podem fazer você voltar a ser uma máquina de fazer sexo. Conheça abaixo o Melhor suplemento do mercado, que ajuda a manter a ereção durante o sexo:

Xtrasize

Esse produto está há mais de 7 anos no mercado e é o substituto ideal do Viagra. Você não precisa de receita e nem indicação médica para começar a tomar o Xtrasize. E os resultados virão na velocidade da luz! Você só encontra o Xtrasize pela internet, e para fazer a sua compra, basta clicar aqui (esse é o link da loja OFICIAL do produto).

O tratamento simples e vai ter ajudar nos seguintes aspectos:

  • Ereção Prolongada
  • Fim da Ejaculação Precoce
  • Aumento do Libido (vontade de transar mais)
  • Performance de Ator Pornô
  • O seu Pau vai Explodir!


Como Surgiu o Viagra?

viagra funciona

O Viagra foi sintetizado pela primeira vez pelo laboratório Pfizer, nos Estados Unidos. Era o objeto final de um estudo que tinha como pretensão criar um medicamento que tratasse a hipertensão, ou seja, a pressão alta e angina, uma doença cardiovascular.

Ao ser testado pela primeira vez em humanos, já nos primeiros testes, detectaram que a droga não era muito útil para angina, mas vários de seus pacientes relataram a melhora nas ereções. Os relatos foram frequentes, o que levou o laboratório a testar o Viagra para esse fim, obtendo resultados positivos, porém com ressalvas para os efeitos negativos que os homens enfrentavam.

Depois dos testes feitos, a Pfizer decidiu comercializar a substância como um tratamento para a disfunção erétil ao invés de uma droga para o coração e pressão alta, abrangendo todos os públicos. A fórmula foi patenteada no ano de 1996, mas somente em 1998 a Food and Drug Administration (FDA) liberou o azulzinho para a comercialização.

Foi aí então que surgiu o primeiro medicamento estadunidense aprovado para a impotência sexual. Depois de um ano da sua liberação ele começou a ser vendido nas prateleiras das farmácias. O comprimido foi um sucesso e os lucros superaram 1 bilhão de dólares em apenas dois anos.

Ele é uma revolução para quem quer melhorar a vida sexual em todos os sentidos, por isso não se sinta mal por querer saber mais, sobre como funciona na hora, quando se deve tomar cuidado e como ele irá agir na hora h.

A alta venda e sucesso fez com que concorrentes chegassem ao mercado, como o Cialis e Levitra, mas nenhum nunca conseguiu o mesmo sucesso do Viagra. A patente da fórmula do medicamento com FDA expirou em 2013, o que permitiu que outros laboratórios fabricassem remédios exatamente iguais o Viagra, mas mesmo assim não ficaram tão conhecidos.

Indicações

O Viagra é indicado para pacientes que não conseguem ter uma ereção satisfatória para que haja a penetração durante o ato sexual, ou mesmo para aqueles que até conseguem ter a ereção, mas não conseguem mantê-la até o final da relação sexual. Deve ser tomado por homens com a incapacidade de iniciar ou manter a rigidez peniana e assim promover uma relação sexual satisfatória, onde o homem mantenha a ereção até o momento de ejacular.

Todos os consumidores terão melhora no desempenho sexual pelo maior alcance do sangue nos vasos sanguíneos, porém podem sofrer com efeitos colaterais, como é o caso das dores de cabeça e outros. Você pode saber mais lendo a matéria completa desde o início, ou procurar formas alternativas do Viagra.

Como Funciona

Para que fique ereto, é preciso que o pênis tenha uma quantidade suficiente de sangue dentro de seus corpos cavernosos. Eles são como câmeras que armazenam o sangue e quando estão cheias provocam a ereção, é uma bomba natural que funciona em menos de uma hora.

O Viagra funciona relaxando a musculatura lisa desses corpos cavernosos e dilatando as artérias que fazem o fluxo sanguíneo chegar até o pênis, facilitando a irrigação na região e facilitando a ereção peniana. O comprimido age entre 30 minutos a 1 hora após ser tomado e pode permanecer no organismo por até 6 horas, com  sua eficácia diminuindo a partir de 2h a 3 h após a administração da drágea.

Para que funcione, é preciso que, além de tomar o Viagra, o homem esteja sexualmente excitado. Sendo necessário algum tipo de estímulo, seja psicológico, auditivo, tátil ou visual. Sem excitação não há ereção, mesmo com a administração da droga.

Como Tomar

O Viagra deve ser tomado entre 30 minutos até 1 hora antes da relação sexual. Ele não é um tratamento à longo prazo e por isso não é preciso usar diariamente, apenas quanto tiver a intenção de fazer sexo.

Os comprimidos podem variar de 25 mg, 50 mg até 100 mg. Geralmente a dose inicial recomendada pelo médico é de 25 mg, podendo aumentar de acordo com o organismo de cada pessoa, mas jamais deve ultrapassar o limite de 100 mg diárias.

viagra

Antes de tomar Viagra, procure sempre um médico de sua confiança para saber dos riscos, efeitos colaterais e posologia. Jamais faça a automedicação. Também evite tomar o Viagra com o excesso de bebida alcoólica.

Ao administrar a droga em conjunto com alimentos gordurosos, pode ser que a absorção da substância seja mais lenta. Por isso evite carnes vermelhas e frituras ao usar Sildenafil.

Efeitos Colaterais do Viagra

Muitos homens tem medo de fazer o uso do remédio, devido aos efeitos colaterais que ele pode provocar. Geralmente, ao consultar um médico e seguir as recomendações indicadas, ele não deve trazer problemas à saúde. Mesmo assim é preciso ficar atento e relatar ao seu medico caso perceba qualquer alteração, como:

  • Dores de cabeça;
  • Zumbido no ouvido;
  • Tontura;
  • Má digestão;
  • Boca seca;
  • Formigamento;
  • Palpitações;
  • Sonolência;
  • Fotofobia;
  • Dor nos olhos;
  • Ofuscamento visual;
  • Hipotensão;
  • Taquicardia;
  • Sensação de calor;
  • Dor nas extremidades;
  • Erupções na pele;
  • Sudorese intensa;
  • Visão azulada;
  • Congestão nasal;
  • Rubor na face;
  • Dor muscular;
  • Priapismo (ereção dolorida por mais de 4 horas);
  • Convulsão;
  • Desmaio;
  • Inchaço no olho ou face;
  • Secura nasal;
  • Outros.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply